Feeds:
Posts
Comentários

Magewarp: O Começo

Bem-vindo, visitante! 

Devido ao tempo escasso, não pude me apresentar antes ou dar início às postagens no blog.Contudo, aqui estou novamente, pronto para lhes apresentar Magewarp: Role Playing Game.Como não disponho de muito tempo, aqui vai uma breve abordagem do projeto.

Magewarp surgiu inicialmente à lápis, como um jogo informal e velho entre amigos, mas conforme o tempo passou tive o ímpeto de mudar o jogo e formatá-lo à minha maneira; a tecnologia é a base do jogo.E também um pouco de imaginação, é claro.É difícil jogar um RPG como Magewarp sem antes não mergulhar num cenário repleto de universos, galáxias, estrelas, multiversos e planos materiais.É muito complexo a forma como as coisas se organizam neste espaço; existem várias raças, extensos tipos de tecnologia, inúmeras espécies de combustível e armamento, formas diferente de se medir temperatura e área – e, sobretudo, um pano de fundo cultural muito peculiar.

Sobre o RPG, creio que não há muito o que eu possa dizer.É um jogo, um passatempo, um hobbie.Assim como qualquer outro, possui suas próprias regras, para que não se torne um divertimento arbitrário ou maçante; o jogo possui seu próprio cenário, suas próprias regras e adaptações.Quanto à mecânica do jogo, ela será abordada em um tópico mais adiante.

Quanto ao cenário, existe muita coisa para se falar dele – conforme o tempo passar, irei explicar alguns conceitos fundamentais quanto à ciência e tecnologia, veículos de transporte, planetas e estrelas, poderes, impérios e demais complementos.Aqui vai um trecho do Manual Básico – que em (bastante tempo, eu acho) será publicado aqui:

O universo cibernético de Aldrazzor recebe muitos nomes; seus inúmeros povos, espalhados ao longo de bilhões de estrelas e planetas, dão nomes diferente à ele.Existem aqueles que chamem-no de Multikron, Fólium, Aldrak e vários outros nomes, escritos às vezes de maneiras diferentes, tanto com símbolos ou incrementos culturais como vogais ou consoantes modificadas, bem como acentuações peculiares ou desenhos primitivos no pano de fundo em que o nome foi tipografado.Tudo depende da origem, e, nesse âmago distante, cada personagem estará apto à compreender tal cultura e simbologia conforme o povo e raça que este escolher.

Em relação às imagens do blog, eu tentarei fabricar as minhas próprias.Desenharei quando tiver tempo (este anda meio escasso) e, quando conseguir, irei escaneá-lo para publicá-lo aqui ou no Manual Básico – tanto faz.Para começar, acho que um post assim está bom, não está? Corri demais!

Até a próxima,

Shaolong.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.